quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Projeto Comunitário Inform'arte: Interligando saberes da arte e informática à construção da cidadania

Através da informática aplicada a arte, o projeto Inform’arte engloba questões sócio-culturais, através da inclusão sócio-digital e resgate da cultura local. Nesta perspectiva, a educação é encarada como um processo de integração, capacitação e valorização do potencial artístico-cultural das crianças, adolescentes, jovens e adultos da comunidade apresentada, podendo contribuir com o seu desenvolvimento social.
O projeto tem como justificativa a grande carência encontrada em nossa comunidade acerca do uso apropriado das tecnologias digitais e à falta de oportunidades e mecanismos que promovam a cidadania cultural. Além disso, tem como finalidade retirar as crianças das ruas e envolvê-las em atividades educativas que promovam a cidadania, para que se tornem pessoas dignas e contribuam na construção de uma sociedade mais justa e igualitária para todos. Desta forma, a Estação Digital é o espaço pelo qual devem ser criados processos criativos que venham colaborar com a democratização e igualdade social, a fim de que a inclusão digital se transforme em inclusão social.
Assim, possibilitamos à comunidade através deste projeto, condições de superar os problemas enfrentados, nos quais as desigualdades sociais têm prejudicado o desenvolvimento das comunidades e conseqüentemente de toda uma nação seja na educação e saúde, na política, no esporte, cultura e lazer, etc. Nesta visão, a inclusão digital é vista como solução para estes problemas, possibilitando a utilização de novas ferramentas que contribuam para o desenvolvimento social. Ferramentas estas, relacionadas às novas práticas pedagógicas, nas quais a cidadania cultural permite uma melhor inserção da comunidade no meio digital.
A proposta do Inform’arte se justifica por mostrar à comunidade e ao poder público que a educação informatizada aliada da arte contribui com o desenvolvimento social  das pessoas desta comunidade; ajudam no combate, prevenção e resistência às drogas e principalmente, socializa a comunidade, tornando-a mais unida em prol do seu desenvolvimento e reivindicação de seus direitos. 


O projeto tem data prevista para o início de outubro e breve traremos mais informações com relação a inscrições.

Nenhum comentário:

Postar um comentário