terça-feira, 30 de agosto de 2011

Alunos recebem certificado de informática básica na Estação Digital


A Estação Digital Areia Branca através do Programa de Inclusão Digital da Fundação Banco do Brasil encerrou na manhã desta terça-feira (30), mais uma turma do curso de informática básica. O Educador Ítalo Carlos e Carlos Júnior, coordenador do programa de Inclusão Digital  estiveram presentes no coquetel de encerramento que aconteceu nas dependências da estação digital para entrega de certificados aos alunos das turmas matutinas.
Ao todo, 20 alunos concluiram o curso de introdução a informática, sistema operacional, processador de texto, planilha eletrônica e navegação e pesquisa na internet. Além das aulas práticas de informática, os alunos atendidos na estação digital participam de uma série de atividades diversificadas com dinâmicas de grupo bem como, noções básicas de cidadania e voluntariado.

Estação digital atende pessoas das comunidades socialmente vulneráveis
Ítalo Carlos que é educador social e ex-aluno dos cursos da estação digital agradeceu aos alunos pela perseverança e parabenizou todos pela conclusão do curso.

A aluna Maria das Graças Melo recebe certificado das mãos do Educador Social Carlos Júnior
Maria das Graças Melo, 65 anos, aposentada que concluiu o segundo curso comentou da importância do programa para a vida dela: “Para mim o curso foi muito importante, pois em minha casa tem computador e eu era a única que não sabia utilizar. Durante o curso passei a usar o computador para colocar em prática os conhecimentos adquiridos na estação digital. Já acesso e-mail, faço pesquisas, busco receitas, vejo resumo de novelas e me comunico com outras pessoas.” disse Graça Melo que é dona de casa.
O Programa de Inclusão Digital estação digital é de iniciativa da Fundação Banco do Brasil e em Areia Branca é desenvolvido pela Associação de Apicultores de Areia Branca em parceria com ONG Inclusão e Cidadania. Em Areia Branca o programa funciona desde 2008.
A Estação Digital atende, prioritariamente, pessoas de comunidades com vulnerabilidade social, capacitando para o mercado de trabalho e auxiliando nos processos de educação digital, criando novas perspectivas e melhorando a qualidade de vida da população que, até então, não tinha acesso às tecnologias da informação e comunicação.
Na estação digital também são desenvolvidos diversos cursos de capacitação para a comunidade em geral e para professores das redes municipal e estadual de ensino. Nos próximos dias a coordenação divulgará a abertura de inscrições para novas turmas de informática básica e de aceleração de aprendizagem para crianças.
São parceiros do programa estação digital Areia Branca: Prefeitura de Areia Branca através da Secretaria de Educação e Instituto Dantas Monteiro.


segunda-feira, 29 de agosto de 2011

ATIVIDADE: Registro da história dos mestres da comunidade

Realizei uma entrevista com o Sr. Manoel Davi da comunidade de São Cristóvão, onde questionei sobre fatos da vida dele. Confira!

Eu e o mestre Manoel Davi

1) Você nasceu aqui? Quando chegou aqui?
Não nasci aqui. Nasci na cidade de Apodi, com 3 meses me mudei para Mossoró e há 6 anos me mudei para a comunidade de São Cristóvão no município de Areia Branca.

2) Quando era pequeno, do que brincava?
As brincadeiras eram muito diferentes do que se vê hoje. Eu lembro que jogava bola na rua, jogava pião, atirava com baladeira, brincadeiras de rua mesmo. Hoje a realidade é que nossas crianças abandonaram essa cultura e passam maior parte do tempo em vídeo-game, computador, celular e esquecem o contato e da vivência do dia a dia. Isso acaba prejudicando elas mesmo, por isso na minha comunidade eu deixo bem claro para as crianças que há momento para fazer tudo, inclusive para poder jogar vídeo-game. Assim as deixo brincar ao ar livre, para que possam crescer fortes.

3) Quando você cresceu, do que mais gostava de fazer? 
Quando comecei a crescer fui criando meus próprios pensamentos e descobrindo aquilo que eu gosto de fazer. Me identifiquei com a área eletrônica com 13 anos de idade e desde então estou nessa área e migrei nos últimos anos para a área da informática.

4) Como era a cidade?
A comunidade era bastante tranqüila, na verdade ainda é. Diferente de muitos lugares onde as drogas e violência são os causadores da destruição. Acredito que hoje as pessoas não têm liberdade de se divertir, ficar na calçada conversando, brincando nas ruas por causa da violência. Foi por este motivo que me mudei de Mossoró para comunidade São Cristóvão, porque estava precisando ter paz e respirar ao ar livre. Nas décadas de 50, 60, Mossoró tinha cerca de 40 mil habitantes, hoje tem quase 300 mil. Aí a violência tomou conta da cidade. Já em São Cristóvão todo mundo se conhece e tem uma convivência maravilhosa.

5) E hoje, na cidade, o que mudou? 
Mudou muita coisa na minha comunidade, pois antes se contavam as casas e hoje a cidade é bem urbanizada.

6) Se quiser, escolha uma cena marcante da sua vida na cidade e conte para nós. 
A cena que marcou não só a mim, como a todos da comunidade foi a chegada da água potável há três anos, pois antes a gente sofria muito para pegar água nas cisternas e dependíamos dos carros-pipa.

Como foi ouvir histórias dos mestres e mestras?

Foi uma experiência maravilhosa, pois pude ouvir o relato de pessoas atuantes e marcantes da comunidade. O Senhor Manoel Caetano do Carmo Davi (64 anos) tem uma história de vida muito marcante e eu o considero como um “Mestre da Comunidade” por desenvolver várias atividades comunitárias na Associação de Desenvolvimento Social e Comunitário (ADESC), na Comunidade Católica e no Telecentro da Pesca Maré, ambos na Comunidade de São Cristóvão, no município de Areia Branca, RN.

sábado, 27 de agosto de 2011

Olha minha oficina aí gente!

No sábado 27/08/2011 foi realizada uma oficina na Estação Digital Areia Branca. Confira tudo que aconteceu!



De tudo que você leu, qual oficina griô escolheu fazer no seu telecentro? 
A oficina foi realizada com crianças de 6 a 12 anos, onde foi proposto pesquisar a origem da informática, surgimento da internet e relacionar estes temas com a arte, através da música.

Compartilhe aqui! Como foi a realização da oficina?
No primeiro momento foi o espaço para apresentação de cada participante (nome, idade, onde estuda, etc). Também foi proposto apresentar as ideias, o porque de estarem reunidos. Questionamos o que mais eles gostavam de fazer na internet e se eles sabiam quando ela surgiu. Como esperado, eles não sabiam então foi proposto fazer uma rápida pesquisa na internet sobre a origem da internet. Logo após debatemos sobre as descobertas de cada um. Depois disso, encaminhei a conversa na direção da música, perguntando quais os estilos musicais de cada um e de que maneira eles adquirem músicas na internet. Após toda parte teórica (pesquisas) partimos para parte prática, onde utilizamos CD's, folhas, lápis, cartolina e outros materiais para construção de cartazes com CD's registrando a marca de cada um deles. Também cantamos o hino de Areia Branca. 

Título de sua oficina: INFORM'ARTE: Interligando saberes.
Dia e local realizada: 27/08/2011 - Estação Digital Areia Branca
Como foi feita a divulgação? Por e-mail, cartazes e boca-a-boca.
Quem ministrou a oficina? Monitor Italo Carlos
Quantos foram os participantes? 10
Faixa etária dos participantes: 6 a 12 anos
Duração da oficina: 1 hora

Qual seu comentário sobre o dia que viveu?
Este foi um dos melhores momentos que passei na Estação Digital. Pude ter um contato mais próximo com cada participante da oficina (nos sentamos no chão, nos sentimos bem a vontade, pudemos conversar sobre diversos assuntos). Percebi que precisamos estar cada vez mais unidos e buscar manter a comunidade envolvida no telecentro e atividades como estas são grandes oportunidades de manter isso.




sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Fundac está com inscrições abertas para os grupos interessados em participar do Femut



A Fundação Areia Branca de Cultura (Fundac), por meio da Coordenadoria de Artes Cênicas, está recebendo inscrições dos grupos interessados em participar do III Festival Municipal de Teatro (III Femut) que acontecerá no final do mês de setembro. Poderão se inscrever grupos de teatro de escolas, entidades, instituição ou autor/atores independentes.
Como preparativo, a Fundac está programando um workshop com os grupos de teatro que vão participar do festival, a fim de obterem mais conhecimentos direcionados à área.
A reunião chegou a ser anunciada para o dia 20 passado, mas foi adiada justamente para que os grupos possam agilizar as inscrições. Estão sendo contratados para atuarem como oficineiros as atrizes Tony Silva e Luciana Castro, e o ator Geyson Leonardo.
Os oficineiros convidados são atores com muita bagagem no ramo das artes cênicas, tendo participado de espetáculos como: O Auto da Liberdade, Oratório de Santa Luzia, Chuva de balas no país de Mossoró.
O coordenador de Artes Cênicas da Fundac, Ageu Costa, alerta que os grupos interessados em participar do festival devem fazer suas inscrições, pois na hora da apresentação será necessária a documentação completa do referido grupo.

TEATRO
Movimento cultural na cidade ganhou impulso com o festival

Em defesa da UERN é o assunto mais comentado do twitter e ganha repercussão nacional

Os alunos, servidores e professores da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN) promovem tuitaço para cobrar do Governo do Estado mais verbas e melhorias na universidade.
#emdefesadaUERN é o tema mais comentado na rede de microblog's twitter
O movimento online sobre o assunto “#emdefesadaUERN” atingiu um objetivo – tornou-se um dos assuntos mais comentados na rede social de microblogs. Neste momento (14:36), é o primeiro no ranking virtual dos temas mais comentados no twitter tomando proporções maiores e dando projeção à atual situação da educação no Rio Grande do Norte..
O Protesto online teve início na manhã do dia 21 deste mês e recebe adesão de Políticos, estudantes e cidadãos do Oeste potiguar dão força ao movimento.
O #emdefesadaUERN é um forma de pressionar o Governo do Estado com relação às reivindicações de estudantes e professores para mudar a atual situação de precariedade da universidade estadual. Reformas estruturais e o descontingenciamento da instituição estão entre os objetivos do grupo.
Nota do Editor: Em greve há mais de 80 dias, os professores, docentes e técnicos-administrativos da UERN ainda não receberam proposta satisfatória por parte do Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Enquanto isso, a vida acadêmica de diversos estudantes está atrasada e com semestre totalmente comprometido. Para aqueles que pretendem concorrer a vagas na UERN, o Processo Seletivo Vocacionado (PSV), o famoso vestibular, também está com sua data comprometida. Comente aqui, sua opinião sobre a situação da greve no RN. É essa a prioridade que a Governadora Rosalba Ciarlini prometeu em campanha eleitoral? O que você como cidadão está fazendo para cobrar da excelentíssima governadora as devidas providências e a valorização da educação no nosso estado?

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

OFICINA NA ESTAÇÃO

Neste sábado (27) será realizada uma oficina com as crianças da Estação Digital Areia Branca às 09:00 horas. Será um momento de interação entre os alunos e postaremos fotos das atividades desenvolvidas na oficina.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Poema do Monitor Abidias Rocha


Postaremos neste blog poemas do monitor Abidias que reside na Bahia. O espaço está aberto para comentários e os poemas também podem ser visualizados no blog dele. http://abidiasrochaopoeta.blogspot.com/



O que eu faria sem você

Ao ver teus olhos
Teu sorriso me seduz
Teu cheiro me atrai
E em teus olhos vejo uma linda luz.

O calor do teu corpo
O toque de tuas mãos.
Teus beijos são doces como o mel.
Tua voz sedutora.
Tua face é linda como a imensidão do céu.
O desejo que nos controla.
e Quero teus beijos como o sedento necessita da água.
Que me embriagar com teu amor.
Me envolver em teus braços.
Me esquentar com teu calor.

Não aceito que recuses.
Não aceito um não.
Quero ganhar o teu amor.
Quero ganhar o teu coração.

Podem me chamar de louco;
Ou me tirarem de você.
Mas, eternamente viverás em meu coração.
E de ti, jamais irei esquecer.

Doravante, caminharei o restante dos meus dias em linhas de versos
Descrevendo tua beleza.
Teu cheiro, meu amor.
Teus doces beijos.
Teu perfume de flor.

Termino minha declaração
Em forma de poesia.
Quero dizer que te amo.
E tú és minha eterna rainha.

ABIDIAS ROCHA

Quais os valores sociais não temos mais?

Sabe-se que há algumas décadas as pessoas viviam harmonizadas, as famílias eram compostas por pai, mãe e filhos e que hoje o modelo familiar está totalmente desordenado, onde encontramos mães solteiras, pessoas divorciadas, casal homossexual, que para a terceira idade é um absurdo, visto que eles tiveram uma educação muito rígida. Além disso, antigamente podíamos andar livremente nas ruas sem temer assaltos e outros problemas de segurança. Ressaltamos também o amor e respeito que as pessoas tinham uns com os outros. Hoje, existe filho contra pai, pai contra filho, nação contra nação, guerra e rumores de guerras. Em suma, podemos afirmar que a grande necessidade de valores sociais que podemos destacar é o amor, pois a partir deste sentimento desenvolvemos o respeito às diferenças, a dignidade e a sabedoria para distinguir o que é certo e errado.




A arrogância e a prepotência das pessoas se considerarem superiores aos demais é um dos grandes causadores dos problemas atuais. Devemos resgatar a sensibilidade dos povos, a fim de que a simplicidade e a honestidade estejam presentes em todos.

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Encontro realizado na EDAB

No último dia 17 de agosto ocorreu por volta das 15:30 da tarde um encontro com o monitor, coordenador e alunos da Estação Digital Areia Branca, com o intuito de debaterem sobre LIBERDADE DE EXPRESSÃO. Foi um momento muito proveitoso, onde pudemos notar as visões de cada um a respeito de um mesmo tema. A seguir seguem os links dos vídeos de alguns momentos do encontro, postados no Youtube e algumas fotos.









terça-feira, 16 de agosto de 2011

Liberdade para quem?


Apesar de pertencermos a uma geração que vive e intensifica a diversidade étnico-racial ainda sofremos a censura no dia a dia através do governo, da televisão, internet, entre outros. Antes de tudo, precisamos saber o que é censura, que nada mais é que o uso de poder de autoridades (muitas vezes governamentais), ao controlarem e/ou impedirem a liberdade de expressão dos povos.
Segundo a Wikipédia Liberdade de expressão é o direito de manifestar livremente opiniões, ideias e pensamentos. É um conceito basilar nas democracias modernas nas quais a censura não tem respaldo moral.
Nesse contexto, podemos dizer que Liberdade de expressão é agir livremente, podendo expor seus ideais sem sofrer censura. Assim pode-se afirmar que o Brasil é um país que ainda sofre censura através de vários mecanismos, dentre eles a comunicação, principalmente a televisão que manipula as atitudes e o modo de viver das pessoas, na qual desta forma precisamos ficar alertas para não sermos manipulados e não deixar que ninguém cale a nossa boca, pois hoje temos por direito a liberdade, onde nada, nem ninguém podem impedir que expressemos ou manifestemos o que desejamos.

Celular: Um "tijolo tecnológico" que revolucionou !


Sabemos que desde os primórdios a comunicação é fator predominante na forma dos povos viverem e que sem ela jamais poderíamos trocar informações. A forma das pessoas se comunicarem evoluiu de acordo com a necessidade de cada época e povos se comunicarem e de acordo com a evolução do mundo, principalmente durante a Revolução Industrial. Hoje, um dos principais meios de comunicação é o aparelho celular, que a cada dia se renova e aparece com novas ferramentas que fazem as pessoas ficarem deslumbradas e consumirem cada vez mais. Na minha concepção o celular nos trouxe muita comodidade e praticidade e ele é visto por quase todos como um benefício. De fato, ele permitiu que quase todos pudessem ter acesso a esse meio de comunicação e hoje podemos falar com pessoas de todo o mundo com menos gastos e com maior velocidade. Mas não podemos deixar de relatar os malefícios, onde hoje as pessoas procuram o celular não apenas para poderem se comunicar, que foi a função principal ao criarem, mas querem a todo instante inovações (mp3, câmera, internet, entre outros). Desta forma, não podemos deixar que o consumismo venha acarretar ainda mais o nosso planeta. Que possamos pensar bem antes de trocar um celular só porque surgiu outro mais avançado que o atual. Utilizemos ele somente para o necessário e de acordo com suas necessidades. Se você não precisa de um celular com internet por qual motivo irá comprá-lo? Não seria mais viável utilizar um mais simples? Por exemplo, eu troco de celular de 3 em 3 anos ou até quando ele funciona corretamente e quando vou trocar de celular o levo para a loja que transforma e reutiliza esse lixo eletrônico. Outro problema a ser relatado é que boa parte da população é dependente do celular. Confesso que quando esqueço o celular em casa fico desesperado, mas não volto para buscá-lo, a não ser que esteja esperando uma ligação "urgente". Precisamos ficar atentos para que não deixemos o celular nos dominar, "pois nós que devemos utilizá-lo e não ele nos utilizar!" Fica até difícil pensarmos como será o celular daqui há algumas décadas, visto que a cada dia as novas tecnologias se impulsionam e nos traz novas possibilidades, mas que tal pensarmos que ao ligarmos para alguém poderemos vê-los na tela do celular ou ver uma ampliação da imagem? Seria fantástico! 




Divulgação do telecentro

A divulgação é feita através da rádio local, de sites locais, da comunicação empírica dos alunos (notícia boca a boca), através de panfletos e cartazes, nos quais os dois últimos são feitos não somente quando vagas de curso estão disponíveis, mas constantemente para que a comunidade tenha acesso ao telecentro diariamente.


O que é inclusão digital?

Observando a imagem abaixo, percebemos que Inclusão Digital envolve pessoas, comunidades, tecnologias, informações... e muito mais!



Inclusão é o oposto de exclusão; portanto, para entendermos o que é inclusão, é necessário reconhecermos a exclusão. Excluído é um indivíduo sem acesso a algo que lhe seria devido, por isso podemos identificar os excluídos da escola, os excluídos de casa (ou sem-teto), os excluídos de terra (os sem-terra), enfim, são vários os tipos de exclusão existentes em nossa sociedade. Também são vários os movimentos de pessoas excluídas, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) é um dos mais conhecidos.
Assim, a inclusão é uma ideia que tem como conteúdo outra ideia, a de democracia. A inclusão anda junto com a democratização da sociedade, em outras palavras, incluir significa democratizar o acesso a bens e serviços que garantiriam a todos uma vida de direitos, uma vida digna. Inclusão e democracia significam a socialização dos bens materiais (alimentos, moradia, vestuário), serviços (de saúde, de cultura e de educação) e não apenas o direito ao voto e à liberdade de expressão.
A inclusão não significa simplesmente inserir uma pessoa na sua comunidade, na escola, no mundo do trabalho ou nos espaços de saúde e de lazer de seu município, mas promover o pertencimento das pessoas nesses diferentes espaços para que elas se sintam parte da sociedade e exercitem seus direitos e deveres.
Se a inclusão deve ser entendida como meio de garantia de direitos, a Inclusão Digital pode ser entendida como uma estratégia de garantia dos direitos de todos ao acesso às tecnologias de informação e de comunicação.
Fonte: http://ead.telecentros.br.com


Inclusão Digital do ponto de vista do monitor Italo Carlos da Estação Digital Areia Branca



Inclusão Digital é o processo de inserir toda a camada da população que não tem acesso às tecnologias digitais (excluídos digitais) na sociedade tecnológica. Desta forma, incluindo a comunidade na era digital, só iremos ter benefícios através da capacitação profissional, aprimoramento de conhecimentos e, principalmente formação de cidadãos ativos e atuantes no meio em que vivem. A cada dia nos deparamos com novas possibilidades de inserção dessas pessoas no meio digital e cada vez mais encontramos processos mais eficazes de contribuir com a inclusão digital.


Creio que na comunidade exista grupos desfavorecidos como os pescadores, onde nem todos recebem salários e como todos sabem nem sempre "a maré dá peixe", desta forma fica difícil deles manterem o sustento de suas famílias. O ideal seria que todos fizessem parte da Associação dos Pescadores e reivindicassem seus direitos. Não vamos banalizar, pois não são todos que passam por estas limitações, mas enquanto houver 1% de pessoas excluídas, não haverá inclusão! Outro processo de inclusão social, seria inseri-los em cursos de informática integrado à geografia e pesca, mas para isto iríamos ter que contar com professores especializados na área, o que nem sempre é possível. Observo outro grupo de excluídos, por serem marginalizados e discriminados pela sociedade: - Os jovens e adultos usuários de drogas. Sabemos que hoje este é um dos piores males que a sociedade enfrenta, mas ao invés das pessoas se mobilizarem e buscarem soluções para este problema, "excluem" estes jovens e adultos da sociedade. Poderíamos incluir estas pessoas na era digital através de cursos de informática integrada com aulas de cidadania, que os alertasse sobre as drogas e ainda contar com psicólogos que os orientasse a fim de que eles parem de usar. Sabemos que em ambos os casos é difícil convencer estas pessoas a participarem de projetos como estes mencionados anteriormente, mas nada é impossível e enquanto houver forças para lutar e caminhos para percorrer, iremos buscar a mudança social com força e determinação.

sexta-feira, 12 de agosto de 2011

Mude as palavras. Mude o mundo !


Vale a pena conferir esta mensagem !

A Mensagem do Dia

Reconciliar-se com o próximo é agradecer a ele !


Reconciliar-se não significa aceitar com resignação.
Não significa reconhecer os males aparentes do outro e suportá-los.
Quando se agradece sinceramente à natureza divina do outro, o aspecto
exterior dele se transforma, pois surge a imagem maravilhosa
e verdadeira do filho de Deus que ele é.

Ame e perdoe hoje! O perdão de Deus na sua vida só acontecerá quando souberdes amar e perdoar o seu irmão. Não guarde ressentimentos no coração, pois eles só irão amargurar sua vida. Deixe Deus entrar no seu coração e impactar sua vida de bons sentimentos que só Ele pode dar. Ele é a paz que o mundo não traz!

“Auto dos Navegantes” homenageia o Centenário da Festa de Nossa Senhora dos Navegantes




PROMAD PROJET~1                  Projeto cultural do município envolve uma grande estrutura

Nesta quinta-feira, 11, na abertura da programação de palco, no Largo de Eventos, as crianças e adolescentes do Programa Municipal de Apoio à Criança e ao Adolescente (Promad) e Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) realizaram brilhantemente a apresentação do show cultural Auto dos Navegantes
O show do Promad/Petri este ano teve grandes novidades, pois o espetáculo foi premiado nacionalmente pelo Ministério da Cultura. O tema explorado e que foi apresentado nesta quinta-feira, foi trabalhado em torno dos 100 anos de fé e devoção que marcaram a festa de Nossa Senhora dos Navegantes no município. 

BRAVURA
O show expõe aspectos relacionados às crenças, lendas e histórias que ilustraram o cotidiano dos areia-branquenses ao longo de um século da festa. Não esquecendo que o espetáculo também homenageará figuras ilustres e folclóricas da cidade e, especialmente, o marítimo Manoel Félix do Vale que deu origem à festa no município ao trazer do Recife (PE) a imagem da santa padroeira dos marítimos, depois de ter feito uma promessa à virgem dos navegantes no momento que em a embarcação que conduzia rebocada, à capital pernambucana para conserto, enfrentou uma avaria em alto mar e por pouco não naufragou com toda a tripulação.
Um ato de coragem de Manoel Félix do Vale, aliado à fé a Nossa Senhora dos Navegantes, fez dele um herói ao mergulhar nas águas profundas para cortar o cabo do rebocador que havia se enroscado na hélice da embarcação avariada e colocou em risco a vida de todos.
Quando em luta debaixo d´água pela sua própria sobrevivência, Manoel Félix fez a promessa que se saísse com vida daquele episódio, compraria uma imagem da santa e traria para Areia Branca e todos os anos realizaria uma festa para comemorar com a comunidade a heróica façanha. E assim o fez.
Baseado nessa saga do bravo areia-branquense Manoel Félix do Vale, cerca de 250 crianças e adolescentes assistidos pelo Promad/Peti, funcionários e toda a estrutura da prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, se debruçaram desde o início do ano na preparação do grande espetáculo.

EMPENHO
PROMAD                   Cerca de 250 crianças participam do espetáculo este ano

A importância do evento pode ser medida pelo fato de o prefeito Manoel Cunha Neto, “Souza” (PP), e a Secretária de Assistência Social, Verônica Campos Pedrosa Bruno, se envolverem diretamente na montagem do espetáculo, desde os primeiros passos dados pela equipe responsável. Há um comprometimento direto do gestor com o êxito do show.
Os programas Promad/Peti são coordenados no município pela educadora Evânia Seixas, que conta com uma equipe de profissionais que tem à frente o Articulador Cultural, Paulo Henrique Costa, que juntamente com toda a equipe do Peti desenvolve um trabalho digno de elogios e que tem contribuído para o desenvolvimento cultural e uma formação cidadã digna das crianças e adolescentes de Areia Branca.

Senta lá que vem história!

Primeiramente irei contar um pouco de Areia Branca que localiza-se no interior do estado do Rio Grande do Norte, na região da Costa Branca. Na cidade encontra-se a Ponta do Mel, um dos pucos lugares do mundo onde o sertão encontra o mar. Por estar na foz dos rios Apodi-Mossoró e Ivipanim, os quais se intercedem nos extremos da cidade e, juntamente ao Oceano Atlântico, circundam-na, Areia Branca caracteriza-se como uma ilha.
Encontra-se a 330km da capital do estado, Natal, e tal qual sugerido pelo seu nome, a cidade de Areia Branca é conhecida pelas suas belas praias paradisíacas de areias brancas, dunas e falésias, além de uma porção territorial dominada pelo sertão, apresentado uma das mais ricas e variáveis formações geográficas do estado do Rio Grande do Norte. Areia Branca também é lembrada pela sua massiva produção de sal, a qual rendeu-lhe o título de "Terra do Sal".

Agora vamos ao que interessa: A origem dos nomes das ruas e bairros!

O telecentro encontra-se no centro da cidade na Avenida Deputado Manoel Avelino que segundo o morador Paulo Cezar Brito, rendeu-lhe este nome para homenagear Manoel Avelino, ex-prefeito da cidade de Areia Branca, onde este foi deputado estadual do Rio Grande do Norte. Vale ressaltar as principais ruas mais próximas ao telecentro, nas quais destacam-se:

Rua Mestre Silvério Barreto: Antigamente chamava-se de rua 30 de Setembro, porém o mestre de embarcações Silvério Barreto morava nesta rua e com o falecimento dele o prefeito da gestão da época o homenageou, pelos anos de dedicação que ele tinha prestado serviços à cidade.

Rua Marechal Deodoro: Foi uma homenagem ao primeiro presidente da república do Brasil (Manuel Deodoro da Fonseca), mas conhecido como Marechal Deodoro.

Bairro Parabólica: Conhecido assim pelo fato da única rede de transmissão televisiva ser instalada neste local.

Bairro Baixa Verde: Este bairro era chamado de baixa da maré, por ser rodeada da maré, porém o ex-prefeito do município Bruno Filho batizou o bairro como Baixa Verde, por considerar que baixa da maré seria uma forma de discriminação, pelo fato do bairro se encontrar numa região muito carente, mas apesar disso tem um povo muito ousado, digno, guerreiro e que fazem a nossa cidade acontecer.

Como foi pesquisar a origem dos nomes das ruas?
Foi maravilhoso poder pesquisar a origem dos nomes das ruas, pois através disso pude conhecer um pouco mais da origem da comunidade e ainda tive a oportunidade de fazer a divulgação do telecentro nas ruas que visitei.

Qual foi a descoberta mais interessante?
A descoberta mais interessante é que nunca podemos nos contentar com o que sabemos. Sempre devemos buscar aprender mais e conhecer com mais exatidão nossa comunidade. Posso dizer que foi muito proveitoso fazer esta pesquisa, pois descobri coisas até então encobertas, como o nome da rua Mestre Silvério Barreto e avenida Deputado Manoel Avelino.






quinta-feira, 11 de agosto de 2011

Grupos teatrais representarão Areia Branca no FESTUERN 2011


A equipe organizadora da oitava edição do Festival de Teatro da UERN (FESTUERN), selecionou grupos teatrais de escolas e  universidades  nas várias cidades do Estado. Dois grupos representarão escolas de Areia Branca.

Grupo Ethus se consolida com peças que cativam o público.
A Escola Estadual Cônego Ismar Fernandes de Queiroz foi uma das selecionadas para participar do festival através do Grupo Teatral ETHUS e a Escola Estadual Desembargador Silvério Soares será representada através do Grupo Teatral Nossas Faces.
O ETHUS encenará uma comédia irreverente intitulada “ÀS AVESSAS” de autoria de Georgino Nobre e direção artística de Jairo Cunha. Os atores são alunos da escola Cônego Ismar e alguns estão em sua primeira experiência em palco de teatro. Assim como o espetáculo “Deusa negra”, a nova peça pretende cativar o público.
Da Escola Desembargador Silvério Soares, o Grupo Nossas Faces levará para o teatro,  o espetáculo “BONITA – O amor de Lampião”, também de autoria de Georgino Nobre e direção do teatrólogo Carlos Júnior, no qual o editor deste blog  também faz parte deste grupo.
O VIII FESTUERN tem como arte homenageada o Cinema. As apresentações estão previstas para o período de 16 a 23 de outubro, no Teatro Municipal Dix-huit Rosado em Mossoró, e os cinco melhores espetáculos participarão de uma turnê de apresentações por todo o Estado.
Os grupos teatrais existentes em Areia Branca tem relevado talentos no palco, nos bastidores e na criação das peças. Exemplo disso é a consolidação do Grupo Ethus que apresentou no último Festival Municipal de Teatro de Areia Branca (FEMUT), a peça “Deusa negra”, que foi bastante aplaudida e elogiada pelo público. Neste ano, o grupo Nossas Faces promete apresentar um de seus melhores espetáculos e tem grandes chances de obter títulos.

terça-feira, 9 de agosto de 2011

A Mensagem do Dia


Palavra do dia 09/08/2011 - Amor?


1 Corintios 13:1-8 (Tradução King James Atualizada)

“E agora, passo a vos mostrar um caminho ainda muito mais excelente. Ainda que eu fale as línguas dos seres humanos e dos anjos, se não tiver amor, serei como o sino que ressoa ou como o prato que retine. Mesmo que eu possua o dom de profecia e conheça todos os mistérios e toda a ciência, e ainda tenha uma fé capaz de mover montanhas, se não tiver amor, nada serei.
Mesmo que eu dê aos necessitados tudo o que possuo e entregue o meu próprio corpo para ser queimado, se não tiver amor, todas essas ações não me trarão qualquer benefício real.
O amor é paciente; o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, nem é arrogante. Não se porta de maneira inconveniente, não age egoisticamente, não se enfurece facilmente, não guarda ressentimentos. O amor não se alegra com a injustiça, pois sua felicidade está na verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais morre...”

Aonde esta o verdadeiro amor? Precisamos resgatar esse presente que Deus nos deu, e que o diabo tem investido contra nós para nos tirar.
Pare por um momento, reflita sobre que tipo de “amor” você tem vivido.
O seu amor tem agradado a Deus?
O que é o amor? O amor é paciente; o amor é bondoso. Não inveja, não se vangloria, nem é arrogante. Não se porta de maneira inconveniente, não age egoisticamente, não se enfurece facilmente, não guarda ressentimentos. O amor não se alegra com a injustiça, pois sua felicidade está na verdade. Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta. O amor jamais morre...”

Não viva sua vida em vão, pois você pode fazer “N” coisas, mas se não tiver amor, de nada valerá.

Pense nisso!

Ore essa música abaixo!


Ensina-me amar ( Asaph borba )
Ensina-me amar,
Mesmo quando só há ódio ao meu redor
Ensina-me a dar,
Mesmo quando não há nada a receber
Ensina-me aceitar
Tudo o que tens preparado para mim
Confiando que tudo está nas Tuas mãos,
E que tudo vem de Ti Jesus.
Ensina-me adorar
Mesmo quando há pranto em meu coração
Também a perdoar
Como a mim tens revelado o Teu perdão
E que eu possa ter mais sede de ti conhecer melhor,
Cada dia mais vontade de estar ao teu redor
Escutando teu falar, sentindo teu amor,
vivendo junto a Ti Senhor
Fonte: http://palavradodiacoutinho.blogspot.com/

Afinal, o que é preconceito?

Se observarmos a formação da palavra, pré-conceito significa idéia pré-formada. Ou seja, idéia formada antes do conhecimento dos fatos, sem fundamentos na realidade.
O preconceito é resultante da ignorância e da não aceitação das diferenças entre pessoas, grupos e modos de vida e, que gera conseqüências como a discriminação, a violência e a marginalização. Pode-se perceber claramente que o preconceito sempre se fundamenta em alguma teoria de superioridade (raça, ou etnia sobre outra; de uma crença sobre as demais).
Na história da humanidade são incontáveis os exemplos de preconceito, que em suas formais mais comuns encontramos: social, racial e sexual, com ênfase nos de natureza racial. Tantas tribos, cidades e povos inteiros foram massacrados movidos por esse sentimento de superioridade. Podem ser lembrados vários exemplos como o anti-semitismo (preconceito contra os judeus). Durante séculos, eles foram perseguidos, seja por motivos religiosos, seja por pertencerem a uma “raça inferior”, como diziam os nazistas que, sob o comando de Hitler, provocaram a morte de milhões de judeus durante a Segunda Guerra Mundial.

É inadmissível que apesar de estarmos vivendo a diversidade cultural e étnico-racial possam existir pessoas movidas por esses sentimentos que tanto trazem problemas à sociedade. Estamos em época de mudança, de transformação e renovação e com urgência as pessoas devem rever seus conceitos e valores acerca da problemática abordada, pois em vez de serem movidos pela arrogância e se sentirem superiores aos demais, devem ter humildade, fraternidade e respeito para que haja a construção de uma sociedade mais justa.

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Programação da Festa do Centenário dos Navegantes

Em 2011 comemora-se o centenário da Festa de Nossa Senhora dos Navegantes padroeira dos marítimos na cidade de Areia Branca e uma vasta programação religiosa será desenvolvida pela Paróquia de Nossa Senhora da Conceição.
De acordo com informações colhidas pelo editor deste site, a estrutura de palco, camarotes e barracas já está sendo montada na Rua Jorge Caminha, no tradicional Largo de Eventos.
A Tradicional Festa de Agosto, tradicional no calendário de eventos do município de Areia Branca e da região é famosa por atrair grandes públicos em face das bandas e cantores de renome nacional que já passaram por aqui, além das bandas regionais e locais.
Além dos eventos religiosos promovidos pela Paróquia local, a Prefeitura promoverá shows em praça pública com bandas nacionais e regionais para comemorar a data.
Para este ano teremos o Grupo Harmonia do Samba e o Cantor José Augusto como grandes nomes da música que constantemente estão na mídia nacional. A expectativa de grande público em praça pública durante toda a programação social e religiosa.
Confira a programação social na íntegra:
11.08.2011 – 21h00 – Show Cultural Promad/Peti
Tradicional Largo da folia já sediou grandes eventos nos carnavais e nas festas de agosto
22h00 – Banda Porreta Music
12.08.2011 – 21h00 – Banda Sob Madida
23h00 – Harmonia do Samba
01h00 – Bacanas do Forró
13.08.2011 – 21h00 – Banda Local
23h00 – José Augusto
01h00 – Bakulejo
Baile dos Navegantes no Ivipanim Clube
23h00 – Leno e Banda
01h00 – Banda Flash Back
14.08.2011 – 21h00 – Pagode Koisa nossa
23h00 – Forró do Bom
01h00 – Forró na Tora
15.08.2011 – 21h00 – Padre Antonio Maria
A tradicional festa de agosto aquece a economia, impulsionando o comércio e o turismo local e está consagrado no calendário municipal de eventos.
A programação religiosa compreende novenário na Igreja de Nossa Senhora dos Navegantes, instalada na rua Jorge Caminha, no mesmo local onde funciona o Centro Juvenil Dom Bosco, procissão terrestre e marítima. Participe!
Fonte: http://vozdeareiabranca.espacox.net/?p=4253 (Site Voz de Areia Branca, do coordenador da Estação Digital Areia Branca)