segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Alunos de Areia Branca participam de aula de campo no Museu do Sertão, em Mossoró


Professores e alunos locais foram conhecer museu temático

No último sábado (29), alunos da Escola Estadual Desembargador Silvério Soares, de Areia Branca, tiveram uma aula diferente. Um grupo da escola composto por 20 alunos do 3º ano do Ensino Médio e os professores Julimar França, Nonato Gurgel e Thiago visitaram o Museu do Sertão, na cidade de Mossoró. O museu temático de propriedade do professor Benedito Vasconcelos Mendes, está localizado na fazenda Rancho Verde, na comunidade de Lagoinha, zona rural de Mossoró.
Riquíssimo acervo em barro, resgatando traços da cultura nordestina

No espaço, que possui um acervo riquíssimo em se tratando de traços da cultura sertaneja, os estudantes areia-branquenses conheceram a casa de cera, a casa de farinha, o engenho de rapadura, o alambique da cachaça, a queijaria, a bodega e centenas de outros utensílios da cultura do semi-árido como a maleta,os caixões de guardar alimentos, a lamparina, a gamela, a cuia, etc.
Grupo conheceu o engenho de rapadura, utensílio da cultura do semi-árido 

Além disso, os jovens visitantes ouviram uma explanação do professor Benedito Vasconcelos, que falou sobre a cultura da civilização das secas e destacou personagens importantes da história do sertão como os cangaceiros Jesuino Brilhante e Virgulino Ferreira, “Lampião”. Os líderes religiosos Padre Cícero, padre Ibiapina e Antônio Conselheiro. E os ícones da cultura sertaneja: Luiz Gonzaga, Patativa do Assaré e Jackson do Pandeiro, dentre outros.
Símbolos da história do sertão deram “vida” a peças raríssimas
   
Num mundo em que há um processo de homogeneização cultural violento em que as culturas locais precisam ser preservadas, essa visita, com certeza resultou no enriquecimento cultural e uma maior identificação desses jovens com suas origens.



Nenhum comentário:

Postar um comentário