quinta-feira, 20 de outubro de 2011

UERN expulsa universitários por irregularidades na inscrição do vestibular


A universidade estadual do Rio Grande do Norte expulsou, por meio de edital, três alunos do curso de medicina devido a irregularidades na hora da inscrição do vestibular. Os estudantes se passaram por candidatos cotistas.
De acordo com o coordenador da Comperve, os alunos foram expulsos da Universidade depois que ficou comprovado que eles eram falsos cotistas, ou seja, que ingressaram na UERN sem ter feito o ensino médio em escolas públicas como exige a instituição para quem ingressa no sistema de cotas. O alvo dos alunos era o curso de medicina, o mais concorrido da UERN que chega a ter 50 candidatos disputando uma vaga. As investigações, segundo a Comperve, começaram após denúncias.
- A universidade está mostrando a sociedade que está empenhada realmente em desmascarar essas pessoas que tentam usufruir de uma lei, uma lei produzida para beneficiar pessoas que não tiveram uma educação de qualidade e que estão ocupando estes postos – diz Egberto Mesquita, coordenador da Comperve UERN.
Dos três alunos que foram expulsos da UERN, dois já estavam cursando a faculdade, o terceiro teve a vaga cancelada no momento da matrícula. Com a farsa descoberta, os estudantes agora poderão responder por crime de falsidade ideológica. O caso está no Ministério Público.
Esta não é a primeira vez que alunos da UERN são expulsos por conta de falsas informações na hora da inscrição do vestibular. A universidade diz que essas expulsões devem servir de exemplo para que nenhum outro aluno busque esta forma de ingresso ilegal.
- A Comperve ela está muito atenta a essa questão, e vai com certeza mais cedo ou mais tarde descobrir e você vai ter perdido seu sonho – alerta Egberto Mesquita,coordenador da Comperve UERN.
Com a saída dos falsos cotistas, 3 vagas foram abertas na faculdade de medicina. Uma já tem dona, é de Aline de 22 anos. Natural de Parelhas, ela estava na sala de aula de direito quando recebeu a boa notícia.
- Eu fiquei completamente surpresa porque eu não esperava mais, eu esperava no máximo que os falsos cotistas fossem desclassificados e não esperava que convocassem quem foi prejudicado por isso, foi uma completa surpresa para mim – revela a universitária Aline Naiara Azevedo.
Com informações da InterTV Cabugi e do site Voz de Areia Branca

Nenhum comentário:

Postar um comentário